• Grupo Zenobini

CDL avança em mobilização pelo projeto da ponte entre Rio Grande e São José do Norte




A CDL Rio Grande e São José do Norte realizou nesta sexta-feira, 02, mais um importante passo no processo de mobilização regional pelo projeto de construção de uma ponte ligando os dois municípios. Nesta manhã, a entidade recebeu o prefeito do Rio Grande, Fábio Branco, a prefeita de São José do Norte, Fabiany Zogbi Roig, e, o diretor administrativo da Superintendência dos Portos do Rio Grande do Sul, Cristiano Klinger que representou o superintendente Fernando Estima.


A presidente da CDL, Letícia Vanzelote, abriu o encontro manifestando o desejo da entidade de trabalhar para a concretização desse sonho que se iniciou na década de 70 e que “nunca esteve tão próximo de ter um projeto exequível”. Os estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental – EVTEA estão em andamento, contratados pelo DNIT/Ministério da Infraestrutura e devem ficar prontos, provavelmente, até o final de 2021.

O encontro iniciou com uma breve explanação do coordenador da Comissão Regional Pró-Ponte Rio Grande / São José do Norte, Jair Rizzo, que abordou o andamento dos estudos que estão sendo realizados pela empresa Ecoplan Engenharia. Para os prefeitos e à Superintendência dos Portos foi solicitado pela CDL o máximo de empenho para que todas as demandas de informações solicitadas por parte da empresa sejam atendidas da forma mais breve possível.


Além disso, também foi tratado no encontro a importância da mobilização e estratégias que devem ser perseguidas nos próximos meses para buscar a finalização do EVTEA e, sua aprovação junto ao Ministério de Infraestrutura. Somente assim a região poderá cobrar que a ponte esteja na lista de obras regionais prioritárias do Governo Federal. O grupo também analisou a minuta de uma carta a ser entregue ao Ministro Tarcísio Gomes de Freitas sobre o tema.


Participaram do encontro além das autoridades já citadas, o presidente do Conselho Consultivo da CDL, Renato Lima, o diretor da entidade, Pedro Alvariza e o assessor jurídico da Comissão Pró-Ponte, Paulo Corrêa. A ponte entre Rio Grande e São José do Norte é uma obra estruturante que será a responsável pela transformação econômica e turística da metade sul. Por ser um projeto que atrairá turistas e empresas, tornará viável o desenvolvimento logístico, industrial, portuário e do comércio de São José do Norte e Rio Grande, ampliando os potenciais de geração de emprego e renda em ambos os municípios.

2 visualizações0 comentário