• Grupo Zenobini

Monporto recebe comitiva do Movimento Aliança Pelotas e da Associação Médica do Rio Grande do Sul



A direção do Hospital Monporto recebeu na sexta-feira, 19, a visita de representantes do Movimento Aliança Pelotas. Já no sábado, 20, o encontro foi com a presidência da Associação Médica do Rio Grande do Sul. O Hospital está em construção e será referência regional no atendimento de convênios e particulares. A inauguração será em junho de 2023. As duas comitivas foram recebidas no Monporto pelo diretor-presidente Dr. Rafael Avancini, pelo diretor financeiro Dr. Marcelo Molinari e pelo diretor clínico, Dr. Yuan Ting Hsu.


Na sexta, 19, foram recebidos o coordenador Movimento Aliança Pelotas, Fabrício Iribarrem e o presidente da Associação Rede de Suprimentos da Região Sul, Mauro Motta. Eles puderam conferir o andamento das obras do Hospital Monporto e conversar sobre as possibilidades de atendimento regional que serão geradas a partir da abertura do Monporto. “Enxergo com enorme satisfação Rio Grande retomar sua vocação não só industrial, mas de polo de serviços e especificamente de serviços saúde. Uma Rede de Atendimento a Saúde forte dá segurança a população da região para que não se desloque para outros polos e para os grandes centros. Com a qualidade que eu vi aqui hoje, sei que a cidade do Rio Grande, a cidade de Pelotas e toda região estarão extremamente bem atendidas com a competência dos profissionais, o entusiasmo dos médicos, das lideranças que estão à frente desse projeto”, afirmou o coordenador do Aliança, Fabrício Iribarrem. Para o presidente da Associação Rede de Suprimentos da Região Sul, Mauro Motta, “é uma maravilha ver o pessoal inovando, empreendendo dentro das possibilidades atuais. Vemos pessoas fazendo o que o público deveria estar fazendo: os quais são empreender, gerar renda, gerar emprego e fazer o desenvolvimento regional prosperar”.


No sábado, 20, foram recepcionados nas obras do Monporto, o presidente da Associação Médica do Rio Grande do Sul Dr. Gerson Junqueira Junior; o diretor de Finanças, Dr. Breno José Acauan Filho e; o diretor e Assistência e Previdência, Dr João Rogério Bittencourt da Silveira. Eles estão na cidade durante o período da Caravana AMRIGS que conversou sobre o setor de saúde com os principais players locais como a Prefeitura do Rio Grande, Santa Casa e o Hospital Universitário. “Toda a arquitetura muito bem pensada, muito bem organizada, os fluxos hospitalares parecem que vão ser muito acertados. Uma vantagem é ter uma planta com praticamente todos os serviços no primeiro andar. É um ponto de vantagem. Esse projeto vem em bom momento”, avalia o presidente da AMRIGS Dr. Gerson Junqueira Junior.


Monporto


O Hospital Monporto, da Rede de Saúde Açores, está sendo construído em um terreno de 15 mil metros quadrados. O novo hospital terá 9,3 mil metros quadrados na fase inicial. Estão sendo investidos cerca de R$90 milhões entre a construção da edificação, compra de equipamentos, mobiliário, ativos de TI e capital de giro. Estão sendo gerados 150 empregos diretos durante a construção, além de 200 empregos indiretos. Já na primeira fase de operação, serão 450 empregos diretos e 150 indiretos. A capacidade inicial do hospital será de 75 leitos hospitalares, incluindo quartos com dois leitos, apartamentos, terapia intensiva e hospital-dia. Conforme a demanda, o hospital já estará preparado para atingir 200 leitos.

38 visualizações0 comentário