• André Zenobini

O que a quarentena nos ensina?

Enquanto estou em quarentena, trabalhando em casa e vendo o mundo pela janela da televisão vejo muita gente, amigos, familiares, políticos falando sobre a volta a normalidade. Nesse mesmo dia que escrevo, o mundo teve um vulcão entrando em erupção e um terremoto próximo de Los Angeles. O caminho de 2020 parece ter sido escrito pelos principais adoradores de teorias da conspiração e do fim do mundo.

"Que a volta a normalidade seja para abraçarmos os nossos irmãos com mais carinho e mais amor. Que não seja para vermos as pessoas estressadas por escritórios cheios e casas vazias.

Começo a me questionar a que normalidade retornaremos quando a quarentena acalmar. Será que devemos religar as fábricas a todo vapor? A consumir e produzir mais do que o necessário? Voltaremos a ignorar os profissionais de saúde, os moradores de rua, aqueles que não tem condições de lavar as mãos de forma digna? Ou voltaremos as ruas como uma sociedade mais consciente, mais amiga e solidária?

O coronavírus mais do que uma doença que mata, é uma doença que ensina. Ensina que não podemos nos preocupar com o trabalho acima de tudo. Ensina que não passávamos tempo suficiente com nossos filhos para sabermos as suas dificuldades nas escolas. Ensina ainda que aquele chefe que não abre mão de um escritório lotado de gente está errado pois é possível estarmos em casa e no trabalho ao mesmo tempo.

Tivemos mais alguns ensinamentos, mesmo que alguns não percebam: com a quarentena ao redor do globo, o mundo ficou mais limpo. Os ruídos diminuíram, a poluição caiu. Isso não é bom? Não, diriam alguns por causa da economia. Mas a quem essa economia beneficia? A humanidade? O planeta? Pelo visto não.

Quem sabe não é esse o momento de reflexão que a humanidade precisa para entender que o planeta tem limite e está nos emitindo os sinais de socorro. Que a volta a normalidade seja para abraçarmos os nossos irmãos com mais carinho e mais amor. Que não seja para vermos as pessoas estressadas por escritórios cheios e casas vazias.

Vamos valorizar esse tempo para aprender o que a quarentena tem a nos ensinar. Precisamos de mais amor no mundo, mais respeito com o próximo e com planeta. Talvez não devêssemos voltar a normalidade que vivíamos em 2019 antes desse vírus alcançar o globo. É hora de criar uma nova realidade, vamos pensar sobre isso.



0 visualização
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Rio Grande - RS - Brasil © 2020 por 

Grupo Zenobini - Assessoria e Mídia

CNPJ: 29.654.842/0001-49

Desenvolvido por 1060 Logos